Matéria publicada por: Paulo Kampus em 01/10/2013

Cabeceiras do Piauí terá Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional

 

A presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), Norma Alberto; e a diretora de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Dusan/Sasc), Rosângela Sousa, estiveram reunidas, na última sexta-feira (27), com o prefeito de Cabeceiras do Piauí, José Joaquim, para iniciar o processo de estruturação e implantação do Consea naquele município.

O Consea é um órgão deliberativo de caráter permanente e de âmbito estadual, integrante da estruturação básica da Sasc, através da Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Dusan) e tem como objetivo propor as diretrizes da Política Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, que configuram a alimentação como parte integrante do direito de cada cidadão.

No Piauí, o conselho é composto por 42 membros e seus respectivos suplentes, tendo a seguinte estrutura: Plenária, Mesa Diretora, Secretaria Executiva, Tesouraria e Câmaras Temáticas.

Para a presidente do Consea-PI, Norma Alberto, o município de Cabeceiras terá com a implantação e funcionamento, um espaço para acompanhar e avaliar os projetos e ações prioritárias da Política Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, além de propor as formas de mobilização e articulação da sociedade civil organizada, no que tange a Política Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, “a estruturação e implantação do Consea em Cabeceiras é uma ação em que acompanhamos o passo a passo de projetos, que priorizem uma política de segurança alimentar para uma execução emergencial de ações no combate à fome. É também um papel de assessoramento nos municípios, mediante um processo de implantação e funcionamento de Conselhos Municipais de Segurança Alimentar, com os quais o Consea manterá estreitas relações de cooperação”, explica.

Comentar no Facebook

Deixe seu comentário