Curta a nossa página
 
04/05 15h26 2021 Você está aqui: Home / Cidades Bianca Viana Imprimir postagem

Conheça o 'Circuito das Águas' na Cachoeira da Serra de Santo Antônio em Campo Maior (PI)

O complexo de Cachoeiras fazem parte do roteiro de visitantes que buscam aventura e explorar as belezas da natureza

Só quem conhece, mora ou já passou por Campo Maior (PI), tem conhecimento das belezas naturais que estão presentes, neste município. São inúmeros os cenários naturais que se tornaram ponto de referência para turistas que buscam aventura. Um destes pontos é o famoso 'Circuito das Águas', na Cachoeira da Serra de Santo Antônio que fica aproximadamente 09 km de distância do IFPI do município.

A nomenclatura, 'Circuito das Águas', é devido ao longo do percurso do riacho que possui 05 cachoeiras principais. A primeira é a "Cachoeira dos Pilões", denominada assim, por conta das formações rochosas que se assemelham a pilões. Logo após vem a cachoeira mais conhecida do complexo por suas exuberantes formações rochosas, a “Buraco da Pinga”, que para ter acesso basta subir a trilha até a parte superior da cachoeira.

Seguindo a trilha, encontra-se a "Cachoeira do Manduzinho", local onde turistas tem a melhor visão da serra. Após a "Manduzinho", o trecho começa a ter difícil acesso por conta da mata fechada, mas é neste trecho que se encontra a "Cachoeira do Funil", a maior do complexo e adequada para banho com uma grande piscina natural e três quedas d'água em sequência. Neste trecho, as autoridades alertam para risco de acidentes devido a altura e a quantidade de pedras, para isso é necessário utilizar equipamentos de proteção.

Finalizando o circuito, os turistas poderão visitar a primeira e maior queda d'água, a "Cachoeira dos Macacos". Fora deste complexo, ainda possui varios pequenos riachos e quedas d'aguas em mata fechada, sendo que, o recomendado é ir acompanhado de uma guia. No complexo possui ainda um local de acampamento para quem pretende passar mais dias no local.

Nos finais de semana, o ponto é bastante visitado por turistas de diversas cidades. Na entrada da trilha que dá acesso a cachoeira, possui um espaço aberto para estacionar veículos enquanto os visitantes aproveitam o local. O circuito completo é de aproximadamente 800 metros, tendo alguns trechos que possui uma certa dificuldade de acesso, como por exemplo, fazer pequenas escaladas na serra e trilhar pelas encostas do vale do riacho dos rios.

Para ter acesso, o turista precisa de:

Chegando em Campo Maior, no Complexo Cultural de Lazer Waldir Carvalho Fortes, na Praça de Campo Maior, você deverá continuar o trajeto seguindo no sentido de Parnaíba. Depois do complexo, deve-se entrar na primeira entrada à direita (passando pelo Bairro Estação). Mais adiante, o(a) viajante encontrará a antiga estação ferroviária que é onde funciona o Museu Zé Didor.

Continuando o caminho, o(a) viajante passará pelo Bairro Santa Cruz. Mais adiante, passará pelo Fripisa e, depois, encontrará o IPFI. Quando chegar na instituição, haverá uma estrada de terra. Na estrada, o(a) viajante encontrará a entrada para a Comunidade Fazendinha, onde deverá fazer a curva para a direita e, depois, continuar seguindo a estrada.

Nesse trajeto, o(a) viajante passará pela Churrascaria Carneiro na Brasa e por algumas residências. Em seguida, passará por uma ponte que levará à entrada. Depois da ponte, o(a) viajante entrará na estrada de terra e passará por um pequeno riacho, só depois continuará o trajeto e encontrará uma entrada à direita. Há uma trilha que levará até a parte superior da cachoeira. Depois, é só seguir a trilha para descer a cachoeira. A referência será observar os paredões e seguir o caminho até a cachoeira.

- PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A CACHOEIRA CONFIRA NO CANAL ROTA NATUREZA:

 

 


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.