Curta a nossa página
 
13/03 09h25 2022 Você está aqui: Home / Cultura Bianca Viana Imprimir postagem

Batalha do Jenipapo 199 anos: Quadrinista natural de Piripiri (PI) conta história dos heróis em Gibi

Dois irmãos transformaram uma das batalhas mais importantes pela Independência do Brasil em uma história em quadrinhos feita para todos os públicos, valorizando a luta do povo nordestino.

Neste sábado (12) uma das mais decisivas batalhas pela Independência do Brasil completa 199 anos: a Batalha do Jenipapo. Ocorrido em 1823, os piauienses contaram com o apoio do povo cearense e maranhense para lutar contra as tropas portuguesas lideradas pelo Major João José da Cunha Fidié.

Em Teresina, na Zona Leste, um quadrinista nascido em Piripiri resolveu escrever essa história em forma de quadrinhos valorizando os heróis, em sua maioria trabalhadores do campo, que lutaram nessa batalha. O livro intitulado Foices & Facões é de autoria de Bernardo Aurélio e seu irmão Caio Oliveira.

"Eu me formei em licenciatura e a primeira faísca desse livro nasceu quando eu estava estudando a batalha durante a minha graduação. E existia também uma peça que acontecia todo ano em Campo Maior, muito valorizada. Então me veio um estalo: poxa, eu podia escrever essa história. Na época em que comecei a escrever a bandeira do Piauí ainda não tinha data, então eu vi acontecer", contou Bernardo.

O Estado do Piauí apoia produtores que trabalham sobre a batalha em suas obras, de acordo com Bernado Aurélio, e o quadrinista, em determinado ano, também participou da produção da peça em Campo Maior. Sabendo disso, o escritor se sentiu mais motivado a fazer seu quadrinho.

Batalha do Jenipapo 199 anos: quadrinista faz história em quadrinho sobre os heróis do combate — Foto: Reprodução

Batalha do Jenipapo 199 anos: quadrinista faz história em quadrinho sobre os heróis do combate — Foto: Reprodução

A obra também foi produzida pelo irmão de Bernado, Caio Oliveira, que participou do roteiro e ilustração do gibi.

Além de escritor de história em quadrinho, Bernado é apaixona desde criança pelos gibis. Em sua casa, ele também coleciona, vende e até desenha essas histórias. Segundo o escritor, quando criança, seu pai trabalhava próximo à única banca que vendia gibis em Piripiri. "Às vezes a gente ia lá e ele dizia aquela frase que toda criança gosta de ouvir: escolha um", destacou.

"Desde criança, gibi era meu brinquedo favorito. Foi o que chamou mais a minha atenção e foi com o que eu quis me divertir. Acho que a lembrança mais antiga que eu tenho de um gibi é de um seriado japonês chamado GoGo Five, que era o nome de um grupo de super-heróis japoneses", afirmou.

Bernardo explicou que por muito tempo foi difícil definir em que categoria o quadrinho se encaixa. E durante algum tempo, atribuíram à história como uma subcategoria de literatura. Contudo, hoje em dia, o escritor ressaltou que estudiosos afirmam que gibis são uma linguagem própria.

Batalha do Jenipapo 199 anos: quadrinista faz história em quadrinho sobre os heróis do combate — Foto: Reprodução

Batalha do Jenipapo 199 anos: quadrinista faz história em quadrinho sobre os heróis do combate — Foto: Reprodução

Alguns gibis possuem textos, outros não. As imagens contam a história por si só, o que já não enquadraria na categoria de literatura. "A gente chama o quadrinho de 9ª arte", explicou Bernardo.

O escritor contou que a história em quadrinhos atrai todos os tipos de públicos. E tem por objetivo enaltecer os lavradores da região que lutavam pela sua pátria.

"A intenção é valorizar o povo que participou dessa batalha, o povo comum. O livro já está na segunda edição, graças a Deus a gente consegue divulgar o livro e as pessoas gostam, não só os leitores de quadrinhos. Às vezes fazem a sua primeira leitura de quadrinho a partir desse trabalho", contou entusiasmado Bernardo.

Seu irmão, Caio Oliveira, também participou da produção do livro. Questionado sobre sua participação, ele afirmou que foi um trabalho de quatro mãos.

Batalha do Jenipapo 199 anos: quadrinista faz história em quadrinho sobre os heróis do combate — Foto: Reprodução

Batalha do Jenipapo 199 anos: quadrinista faz história em quadrinho sobre os heróis do combate — Foto: Reprodução

"É um trabalho de quatro mãos, nessa edição eu nem específico quem fez o que, porque cada um fez um pouco. Mas basicamente, eu fiz o roteiro e ele fez o desenho. Só que eu entreguei o roteiro para ele, ele fez cortes e algumas adaptações e o desenho a lápis, e eu fiz a arte final. Então é um trabalho muito nosso mesmo", disse o escritor.

Bernardo contou ao Piauí de Riquezas que ainda sonha com a ascensão novamente das histórias em quadrinhos. Mesmo concorrendo com os Streamings, filmes, desenhos e series, os escritores de gibis não perdem as esperanças.

Batalha do Jenipapo 199 anos: quadrinista faz história em quadrinho sobre os heróis do combate — Foto: Reprodução

Batalha do Jenipapo 199 anos: quadrinista faz história em quadrinho sobre os heróis do combate — Foto: Reprodução

FONTE: G1 PIAUÍ


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados