Curta a nossa página
 
01/04 10h32 2022 Você está aqui: Home / Mundo Walton Carvalho Imprimir postagem

Psicólogo piauiense viaja à Polônia para atuar como voluntário entre refugiados ucranianos

O profissional da saúde é terapeuta do luto, especialista em tanatologia e há 15 anos trabalha com prevenção ao suicídio. Na Polônia, ele irá prestar assistência humanitária a refugiados da guerra durante sete dias.

O psicólogo piauiense Carlos Henrique Aragão, de 52 anos, viaja nesta sexta-feira (1º) em expedição humanitária à Polônia para ajudar refugiados da guerra na Ucrânia. O grupo de mais sete voluntários brasileiros, de várias especialidades, irá ficar no país durante uma semana. 

"Hoje já são 2,8 milhões de refugiados ucranianos na Polônia. Nem todos os voluntários são profissionais da saúde, mas todos vão para prestar serviço. Estamos indo para atender os refugiados de guerra da Ucrânia na fronteira, mas do lado polonês", explicou Carlos. 

O psicólogo atua como voluntário há 22 anos no Brasil e no mundo. Desde 2016, ele colabora com duas instituições que prestam serviços humanitários.

A estadia do grupo de voluntários brasileiros vai ser em Cracóvia, onde há um campo de refugiados ucranianos. A instituição parceira, que proporciona a viagem, contou que na expedição irão profissionais do Direito Humanitário Internacional, Direitos Humanos e de Imigração. 

Eles vão prestar apoio, orientação e ajudar a organização de instituições locais e grupos civis que estão recebendo os refugiados da guerra. 

14/03 - Refugiados ucranianos na Cracóvia, na Polônia — Foto: Reuters 

Fonte: G1 Piauí

 

 

 

 


  Tags:

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.