Curta a nossa página
 
28/06 08h37 2022 Você está aqui: Home / Mundo Da Redação Imprimir postagem

46 mortos são encontrados dentro de caminhão baú nos EUA

Pelos menos 46 pessoas foram encontradas mortas em uma carreta de um caminhão perto da cidade de San Antonio, no estado do Texas, nos Estados Unidos, nesta segunda-feira (27).

Não há crianças entre os mortos, afirmaram os bombeiros.

O governador Greg Abbott afirmou que são 42 mortos. O Corpo de Bombeiros, porém, informou que encontrou 46 corpos empilhados no interior do veículo.

Outras 16 pessoas foram encontradas vivas no baú do veículo e levadas a hospitais da região, segundo dirigentes do governo local. De acordo com os bombeiros, 4 dos sobreviventes são crianças.

A hipótese inicial é que as vítimas são imigrantes, de acordo com o "New York Times". Acredita-se que todos os que estavam na carreta entraram nos EUA de forma ilegal.

Autoridades informaram que no grupo resgatado com vida há dois guatemaltecos, mas não há mais informações sobre as nacionalidades das vítimas e dos demais sobreviventes.

O ministro de Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, afirmou que o cônsul mexicano está indo para o local e que a nacionalidade das vítimas é desconhecida.

O caminhão foi descoberto próximo a trilhos de trem na região de Southwest Side em San Antonio. A cidade fica a cerca de 250 km da fronteira entre Estados Unidos e México.

A polícia de San Antonio faz buscas pelo motorista do veículo, que, aparentemente, abandonou o caminhão.

Três pessoas foram detidas, mas a polícia não explicou a relação delas com o caso.

O Departamento de Segurança Interna dos EUA assumiu a investigação.

Não se sabe ainda como as pessoas morreram. Há uma onda de calor nessa região do Texas —nesta segunda-feira, foi registrada temperatura de 39,4ºC. Não havia água no espaço onde as pessoas estavam amontoadas.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.