Curta a nossa página
 
26/02 14h19 2021 Você está aqui: Home / Penso, logo escrevo Weslley Paz weslleypaz@gmail.com

Vereadores defendem calote em empresa que instalou lâmpadas de leds em Campo Maior

A Câmara Municipal de Campo Maior, com a anuência do seu presidente, Vereador Sena Rosa, criou na última sessão uma comissão especial para estudar, novamente, o projeto que criou a Parceria Pública Privada para instalação das lâmpadas de led em Campo Maior aprovado pela Câmara em 2013.

O assunto voltou à tona através do vereador Neto dos Corredores e apenas o presidente da casa deu importância. O motivo é que Neto é inimigo mortal do saudoso vereador Lustosa, quem iniciou o processo de instalação da PPP em Campo Maior, ainda quando era Secretário de Limpeza e Iluminação.

CALOTE

A ideia da dupla, Neto e Sena, é encontrar alguma falha no trâmite do processo para que justifique o atual prefeito João Félix romper o contrato com a empresa e acabar com as lâmpadas de led na cidade. Na legislatura passada, os vereadores também tentaram isso, mas a empresa conseguiu reverter na justiça.

Sena Rosa quer saber o que a empresa está fazendo para receber o pagamento mensalmente. “Que me mostre o trabalho realizado por essa empresa em nossa cidade”, questionou.

Avenida Demerval Lobão com ilunação de led. Sena Rosa talvez não tenha andado pela cidade a noite.

O parlamentar ignora o fato da empresa ter feito todo o investimento em luminárias, lâmpadas, instalação, modernização, ser responsável pelo consumo de energia e realizar a permanente manutenção e gestão do sistema de iluminação municipal sem onerar os cofres da prefeitura com a segurança contratual de que receberá o valor investido ao longo de 20 anos e ainda ter seus lucros, como qualquer empresa.

Se a Câmara conseguir encontrar alguma justifica plausível para derrubar o contrato, a Prefeitura dará um calote na empresa.

COMISSÃO CRIADA

Diante disso, Sena criou uma comissão especial para analisar o processo de instalação da PPP que foi aprovado pela própria Câmara.

MEMBROS SUSPEITOS

A comissão será composta por Neto dos Corredores como Presidente, Manim Pereira como relator, Antônio Wilson como secretário e Zacarias Neto como suplente. Os dois primeiros já eram vereadores na época da aprovação do projeto na Câmara. Os outros dois são novatos.

Nos bastidores, comenta-se que Neto levantou a pauta novamente para intimidar o vereador Junior Lustosa, filho do saudoso vereador Lustosa. O motivo seria porque Junior vem questionando atos do prefeito João Félix. Neto é adversário histórico de Junior, pois brigam pelo mesmo reduto eleitoral, que é a região dos Corredores. Manim foi escolhido por Sena por também ter rivalidade com Junior pelo reduto do Alto do Meio.

A instalação das lâmpadas de led em Campo Maior foi uma das poucas coisas boas que aconteceu na cidade nos últimos quatro anos e a vaidade política de um vereador tenta acabar com o legado. É triste, mas é a realidade brasileira, amigos.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.