Memória, Economia, Religião, História e Geografia a partir do Rio Surubim

Por Marcus Paixão*

Ao cruzar o rio Surubim, atravessando-o pela ponte de concreto que foi erguida sobre ele na primeira metade do século XX, o transeunte ainda pode ter uma visão quase que primitiva da região por onde o rio segue serpenteando na terra de Campo Maior até encontrar o Longá, distante daquele ponto pouco mais de 4 km. Se o transeunte puder parar sobre a ponte, terá a oportunidade de acompanhar o trajeto do Surubim em direção ao Longá, e se tiver um pouco de paciência e disciplina, pode deixar o imaginário refletir na terra virgem dos tempos mais antigos, numa imagem que pode retroceder a tempos tão remotos e anteriores a tudo que se tem historicamente noticiado. O rio Surubim, descrito como “caudaloso” pelos primeiros portugueses e cujas águas estavam “infestadas” de peixe, foi cenário de memoráveis acontecimentos. Continue lendo “Memória, Economia, Religião, História e Geografia a partir do Rio Surubim”

Resumo Histórico-Cronológico do Piauí. Por Prof. Marcus Paixão

1. As terras piauienses eram chamadas de “Sertão de Dentro” até o início do século XVII. Alguns denominavam “Sertão das Rodelas” ou “Sertões Desertos”. O Piauí foi assim denominado por ficar distante do litoral. Sendo considerado uma terra de ninguém, somente um lugar entre o Ceará, Pernambuco, Bahia e o Maranhão. Continue lendo “Resumo Histórico-Cronológico do Piauí. Por Prof. Marcus Paixão”

A História de Deus: José e seus irmãos. Por Marcus Paixão

Você já parou para pensar na história? Já observou que cada acontecimento marcante (ou não) está conectado com outro? Já observou que parece existir uma perfeita lógica e direcionamento em tudo? Embora os defensores da teoria do ‘acaso’ continuem esbravejando, o fato é que os acontecimentos universais parecem seguir um roteiro prontinho. Quando vislumbramos a história ficamos extasiados com os mais diversos acontecimentos e suas muitas ligações com outros episódios. Tudo está perfeitamente unido, como as peças de um quebra-cabeça que, juntas, podem formar uma bela paisagem. A história é cheia de conexões. Cada fato histórico está ligado a outro, e esse, a outro, e a mais outro, e assim, sucessivamente, uma bela corrente de fatos históricos nos é apresentado. A história é dependente. Continue lendo “A História de Deus: José e seus irmãos. Por Marcus Paixão”

Diante do Piauí, Caiçara busca primeira vitória em casa nesta quarta (6)

Ao todo já foram quatro jogos que o Caiçara disputou em casa na atual temporada e nada de vitória diante da fiel torcida. Nesta quarta-feira (06/05), o Leão do Norte volta a jogar em Campo Maior, quando enfrenta o Piauí, às 15:45, no Estádio Deusdeth de Melo, visando a primeira vitória em casa e os primeiros pontos no segundo turno do Piauiense.

No primeiro turno o torcedor do Caiçara presenciou dois empate (4 de Julho e Flamengo) e, o mais triste, a eliminação na semifinal após a derrota para o Parnahyba. Na estreia do returno o Leão de Campo Maior voltou a fraquejar em seu domínio, dessa vez ao enfrentar o atual campeão piauiense River.

DSC04099Torcedor caiçarino a espera de uma vitória do Leão (Foto: Otávio Neto)

Para o confronto desta quarta (6), no entanto, Paulo Isidoro espera presentear o torcedor local com a vitória. A principal aposta do treinador é o retorno de Rinaldo – vítima de uma virose sazonal e poupado na 1ª rodada. Outro que volta ao elenco principal é o zagueiro André, que cumpriu suspensão automática.

O Piauí, por sua vez, vem de um empate com sabor de vitoria contra o Parnahyba, no Albertão. Apesar de conseguir reverter os 2 a 0, o treinador Paulo Moroni não gostou do futebol apresentado, e diz esperar mais da equipe contra o Caiçara. O autor dos dois gols do último empate e peça chave de Moroni, Fabiano não atuará em Campo Maior devido à expulsão na rodada passada.

Afonso Amorim de Sousa apita o jogo com auxílio de João Thiago Carvalho Reis e Janystony Rabelo de Melo.

River x 4 de Julho

O River, campeão do primeiro turno, volta a campo nesta quarta para enfrentar o 4 de Julho de Piripiri, às 20:h, no Estádio Albertão, em Teresina. O Galo venceu na estreia do returno o Caiçara por 2 a 0, enquanto o Colorado foi batido pelo mesmo placar pelo Flamengo-PI.

Parnahyba x Flamengo

No mesmo horário o Flamengo vai buscar manter o bom início de turno no litoral piaueinse. Contra o Parnahyba, a Raposa visa espantar de vez a crise no clube. Já o Parnahyba precisa da vitória para reconquistar a confiança do torcedor, que assistiu o Tubarão empatar e até ser derrotado em casa no primeiro turno.

Por Otávio Neto (otaviotj@hotmail.com)

Após primeira derrota, Paulo Isidoro elogia elenco e alfineta arbitragem

Caiçara e River entraram em campo na última sexta (1) para manter a invencibilidade no Campeonato Piauiense. O Leão do Norte já havia sido derrotado na semifinal, mas na fase de classificação não tinha sentido o gosto amargo da derrota. O Galo Carijó, por sua vez, conquistou o título do primeiro turno sem derrota alguma.

Com a bola rolando no Deusdeth de Melo, o River levou a melhor. Os gols de Fabinho e Eduardo deram ao Tricolor a vitória por 2 a 0 e tirou a invencibilidade do time de Campo Maior. Apesar da derrota, o técnico Paulo Isidoro saiu em defesa dos atletas.

“A equipe se postou muito bem na partida. As melhores oportunidades foram nossas. Lógico que agente não pode dar nenhuma chance para uma equipe qualificada. Eles aproveitaram um vacilo da defesa, mas em seguida a gente reagiu e tivemos chances de empatar e até virar o jogo.”

DSC04159Treinador aprovou postura do time, mas espera melhor atuação (Foto: Otávio Neto)

Isidoro não poupou críticas a arbitragem, que foi contestada na marcação do pênalti que levou ao segundo gol do Galo. “O juiz foi infeliz. A falta aconteceu, mas a um ou dois metros fora da área. E quem marcou o lance foi o bandeirinha do lado contrário; isso não dá para entender. Ele tem que por a cabeça no lugar e ver que errou”.

O Caiçara volta a campo na próxima quarta-feira (06/05) para receber o Piauí, no Estádio Deusdeth de Melo, em Campo Maior, às 15:45, em jogo válido pela segunda rodada do returno do Piauiense.

Erro da arbitragem

O lance que gerou polêmica e levou Eduardo a marcar o segundo gol do River – em cobrança de pênalti – foi registrado por vários fotógrafos e emissoras de Tvs, mas uma imagem comprova o erro da arbitragem.

A imagem da repórter Emanuele Madeira revela que a falta cometida pelo zagueiro Rennan no volante Kássio aconteceu fora da área. O zagueiro puxa a camisa e consegue desequilibrar o volante, que caiu na área do goleiro Tony e gerou dúvida no árbitro Francisco Areia.

manuFalta aconteceu fora da área (Foto: Emanuele Madeira)

Caiçara empata, avança de fase e enfrenta o Parnahyba na semifinal

Jogando no Estádio Deusdeth de Melo, em Campo Maior, na tarde deste domingo (12), o Caiçara esteve duas vezes na frente no placar, mas acabou ficando no empate de 2 a 2 com o Flamengo-PI. O clube de Campo Maior marcou com Ely e Rinaldo, enquanto a Raposa alcançou o empate com Paulo Maranhão e Joniel. Continue lendo “Caiçara empata, avança de fase e enfrenta o Parnahyba na semifinal”

Caiçara busca vaga na semifinal diante do Flamengo neste domingo (12)

No Campeonato Piauiense do ano passado em nenhum momento o Caiçara esteve na briga para avançar de fase. Na atual temporada, no entanto, o Leão de Campo Maior depende apenas de si mesmo para ficar pelo menos num empate com o Flamengo-PI, neste domingo (12), às 15:45, no Deusdeth de Melo, e conquistar uma vaga na próxima fase do Piauiense.

O Caiçara chegou na rodada passada a vice-liderança da competição ao derrotar o Parnahyba por 3 a 2 na casa adversária. Os seis pontos somados em quatro jogos são suficientes para garantir o Leão nas semifinais, mas dependeria de uma série de combinações nos outros jogos da rodada. Porém, o time de Campo Maior avança de fase com um simples empate neste domingo.

O time de Paulo Isidoro não pensa em outra coisa a não ser a primeira vitória em casa. Para isso, o treinador não deve mexer no time que venceu no litoral. Mesmo jogando ao lado da fiel torcida, Paulo Isidoro prega cautela e respeito ao adversário.

DSC_0147Foto: Arquivo Elziney Santos

Já o Flamengo vem de uma goleada no clássico Rivengo. A Raposa é a quinta colocada com quatro pontos. Para continuar na briga pelo título do 1º turno precisa vencer o Caiçara e torcer pela derrota de Piauí e Parnahyba. Um empate neste domingo em Campo Maior elimina o Flamengo-PI do Estadual.

Para enfrentar o Caiçara, Jorge Pinheiro, técnico da Raposa, teve dificuldades para encontrar um local para treinar. “Sem teto”, o Flamengo fez uma verdadeira peregrinação por campos de futebol na capital piauiense, mas foi prejudicado pelas chuvas que atingiram Teresina nos últimos dias. Enfim o clube treinou na tarde de sexta no Estádio Albertão, e Jorge Pinheiro decidiu mandar a campo o mesmo time que perdeu na última rodada.

A arbitragem da partida será de Antônio Santos Nunes, auxiliado por João Thiago Carvalho Reis e Jonathas Alves Carneiro.

River x Piauí

O River já garantido na próxima fase enfrenta o Piauí, que necessita da vitória para avançar no Estadual. O Galo vem de uma vitória contra o arquirrival Flamengo, enquanto o Piauí vem embalado com a vitória fora de casa contra o 4 de Julho. O confronto acontece neste domingo (12), às 16:h, no Estádio Albertão, em Teresina.

Parnahyba x 4 de Julho

Outra partida que vale vaga nas semifinais é Parnahyba e 4 de Julho. No Estádio Verdinho, no litoral piauiense, Tubarão e Colorado travam disputa para conseguir vaga na próxima fase. Ambos vêm de derrotas no Piauiense.

Por Otávio Neto (otaviotj@hotmail.com)

Série História de Campo Maior fala da Igreja de Santo Antonio

O Pastor, Pesquisador e Historiado Marcus Paixão, que mantem blog aqui no Em Foco, publicou seu 6° vídeo sobre a história de Campo Maior. Neste vídeo ele fala sobre A Igreja de Santo Antonio: Marco inicial da vila de Campo Maior. Continue lendo “Série História de Campo Maior fala da Igreja de Santo Antonio”

Caiçara apresenta Nathália Lima para disputa do Musa do Piauiense

O estúdio do Globo Esporte deste sábado recebeu a musa do Caiçara, Nathália Lima, candidata à Musa do Piauiense. Com menos de uma semana desde a abertura da votação aos internautas, Nathália revelou tensão pelos votos e pediu apoio à torcida do Leão da Terra dos Carnaubais.

– Fui convidada, estou muito feliz por participar. Fui muito bem recebida. Foi a primeira vez que fui convidada para ser musa de um time e, realmente, é uma experiência e tanto. É tensão do começo ao fim, não sabia que seria desse jeito. Estou adorando – comentou a bela.

musa caiçaraFoto: Katylenin França

A morena de 1,70m de altura falou como mantém a boa forma e comentou a ansiedade pelos ensaios temáticos, novidade na edição do Musa do Piauiense deste ano.

– Faço musculação e cuido muito da minha alimentação, praticando também exercícios físicos. A genética também ajuda (risos) – brincou Nathália.

– Estou adorando o meu tema (Amazonas), se enquadrou bacana. Amo cavalo, amo cavalgar. Estou estudando o time e fui muito bem recebida pela torcida. Vamos votar, espero que todos cliquem. Já é um prazer participar – completou.

Fonte: GE PI

Data do segundo jogo do Caiçara no Piauiense é alterada pela FFP

A Federação de Futebol do Piauí (FFP) divulgou alteração na data e horário no jogo do Caiçara – representante de Campo Maior no Campeonato Piauiense da 1ª divisão. O confronto válido pela segunda rodada do Estadual foi adiado para realização de rodada dupla no Estádio Albertão, em Teresina.

O Caiçara deverei jogar no próximo domingo (22) diante do Piauí, às 17:h, no Estádio Albertão. Com a mudança, o Leão do Norte só disputa a segunda rodada na segunda-feira (23/03), no mesmo local, às 18:h (horário de Brasília). Logo em seguida entra em campo Flamengo x Parnahyba.

erica macielFoto: Erica Maciel / Ascom River

O Caiçara arrancou um empate de 1 a 1 diante do River na estreia do Piauiense no último domingo (15). O resultado levou o alvirrubro a liderança da competição. O próximo adversário – o Piauí, vem de um empate sem gols com o Parnahyba e deixou a Copa do Norte com novo empate de 1 a 1 contra o Moto Club.

Por Otávio Neto (otaviotj@hotmail.com)